Se você ainda está em dúvida a respeito da compra de um smartwatch (relógio inteligente), aqui vão 06 (seis) bons motivos que talvez façam com que você se decida.

Smartwatch

Smartwatches são gadgets bastante especiais, e dependendo do modelo e da marca que você adquirir, você conta com recursos e funcionalidades extremamente úteis no dia a dia, recursos e funcionalidades, aliás, extremamente bem vindos para os praticantes de atividades físicas. Já analisei, aliás, os modelos Verge e Bip, da Xiaomi/Huami. Dê uma olhada nos reviews.

1) Estilo e beleza

Smartwatches são geralmente muito bonitos, estilosos, mesmo, construídos (pelo menos no que diz respeito às marcas conceituadas) com materiais de alta qualidade. Além disso, existem modelos e marcas adaptáveis a diferentes estilos de usuários.

Você pode optar por diferentes marcas no mercado, como por exemplo os supracitados da Xiaomi ou então por modelos da Samsung, como por exemplo o Galaxy Watch Active.

Homem usando relógio analógico

Há também a pulseira Mi Band 4 (recém lançada oficialmente no Brasil), e os modelos Stratos e Pace, da Xiaomi. Isto sem falar no badalado Garmin e no caro Apple Watch, da empresa da maçã, além dos recentes Amazfit GTR e GTS.

Se você conferir os links acima, perceberá que existem diferentes tipos de relógios, com pulseiras, mostradores e formatos os mais diversos, sendo que muitos deles permitem a troca de pulseiras de maneira bastante descomplicada, permitindo que o usuário altere radicalmente o estilo do relógio em questão.

Existem relógios esportivos, e também aqueles mais casuais ou “sérios”, também adequados a quem trabalha com roupa social, em ambientes mais refinados, digamos. Enfim, um relógio inteligente também é sinônimo de bom gosto, dependendo da escolha do comprador, conforme suas preferências, e é um objeto capaz de impressionar bastante.

2) Mostradores/Watchfaces diferenciados

Um relógio convencional, digamos, um Seiko, um Citizen, e tantos outros, exibe sempre o mesmo mostrador. Digital ou analógico. Não é possível alterá-lo, a não ser que você compre um outro relógio, o que representa mais um gasto.

Já um relógio inteligente, um smartwatch, é capaz de ter seu mostrador alterado sempre que seu usuário desejar, através de procedimentos que podem variar de marca para marca.

Amazfit Verge com watchface do Super Mario

Amazfit Verge com watchface do Super Mario

Acontece que em relógios inteligentes, toda a “mágica” acontece através de “atualizações” de software, e assim, então, o usuário pode deixar o relógio com a sua cara, do seu jeito. Do jeito que bem entender. Já expliquei por aqui como alterar os mostradores/watchfaces do Amazfit Bip, por exemplo, e você pode contar com tal possibilidade em vários outros modelos e marcas, inclusive no Garmin.

Deseja um mostrador simples, minimalista? Sem problemas. Quer um digital? Tudo bem. Deseja um mostrador que exiba a previsão do tempo, juntamente com o número de passos dados durante o dia? Sem problemas também.

Existem milhares e milhares de watchfaces/mostradores disponíveis para qualquer smartwatch, e você pode se surpreender com a quantidade deles que apreciará e desejará baixar e instalar no seu relógio.

3) Facilitar sua vida

Um smartwatch pode facilitar bastante a vida do usuário. Para funcionar, ele deve ser pareado com seu smartphone, e ser então conectado a diferentes aplicativos, dependendo da marca e do modelo.

Também existem aplicativos de terceiros capazes de expandir a gama de recursos do dispositivo, e aí as coisas ficam melhores ainda. Mas, por exemplo, você pode receber notificações do celular no smartwatch.

Também é possível, dependendo do modelo e dos aplicativos em questão, ouvir mensagens do WhatsApp direto no smartwatch. Você também pode baixar músicas para o relógio inteligente, caso ele conte com memória interna para armazenamento (é o caso do Amazfit Verge – veja acima), pareá-lo com seus fones de ouvido Bluetooth e sair para correr sem o celular. Olha só que bacana.

Notificação

Dependendo do modelo, também é possível atender e fazer ligações através do relógio inteligente (mais uma vez cito o Verge, o qual possui microfone e alto-falantes), bem como responder mensagens de texto do WhatsApp.

Avisos de emails recebidos também podem pintar na tela do smartwatch (você pode inclusive ler os e-mails), é importante ressaltar, e embora as configurações mudem de uma marca para a outra, basicamente todos os relógios inteligentes permitem que o usuário escolha quais serão os aplicativos que enviarão notificações para o relógio.

4) Auxiliar na prática de atividades esportivas

Um relógio inteligente, em conjunto com seu respectivo aplicativo, pode auxiliar bastante na prática de várias modalidades esportivas, como por exemplo musculação, natação, ciclismo, corrida, caminhada, etc.

Os relógios contam com GPS, e são capazes, posteriormente, de inclusive exibir, no aplicativo relacionado, o trajeto percorrido pelo seu portador. Além disso, eles também registram a distância percorrida, a velocidade, o número de passos dados e a quantidade de calorias queimadas.

Tudo isto pode ser praticamente visualizado no próprio relógio (neste ponto é importante frisar que trata-se de algo que depende bastante do modelo e da marca em questão), e também no aplicativo a ele relacionado, no celular.

Esportes

Dependendo do aplicativo ligado ao smartwatch, são inclusive exibidos gráficos que dão ao usuário uma melhor visão de suas metas, do quanto falta para alcançá-las, do seu desempenho diário, etc.

Interessados no mundo fitness em geral se beneficiarão bastante ao adquirirem um relógio inteligente, nem que seja uma simples Xiaomi Mi Band 4.

5) Monitoramento do sono e da frequência cardíaca

A grande maioria dos smartwatches conta com a função de monitoramento do sono e da frequência cardíaca. No caso do monitoramento da frequência cardíaca, trata-se de um recurso que é geralmente ativado por padrão sempre que é iniciada uma atividade física (determinados relógios inteligentes também permitem que o usuário ligue e desligue o recurso, para poupar a bateria).

O usuário pode inclusive conferir, posteriormente, no relógio ou no aplicativo a ele relacionado, gráficos a respeito, exibindo momentos de maior e menor esforço, bem como de descanso.

Sono

No caso do monitoramento do sono, basta dormir sempre com o seu smartwatch dotado do recurso para que relatórios completos sejam exibidos no dia seguinte, no aplicativo interligado, com as devidas informações relacionadas a “quantidades de horas de sono leve”, “quantidade de horas de sono profundo”, “quantidade de horas acordado”, “hora do despertar”, “horário em que se iniciou o sono”, etc.

Como sabemos, manter uma boa qualidade de sono é essencial para uma boa qualidade de vida, e aqui um smartwatch pode ser extremamente útil, pois você terá uma ideia bem legal a respeito de como anda o seu sono e poderá, então, tomar as medidas cabíveis para melhorá-lo, caso necessário.

6) Outros recursos

Qualquer bom smartwatch que se preze conta com recursos tais como como, por exemplo, previsão do tempo, alarmes, cronômetro, timer, bússola e GPS.

Você tem em mãos, ou melhor, no pulso, ao utilizar um destes gadgets, uma espécie de “canivete suíço” de alta tecnologia, e eu falarei mais a respeito de melhorias no uso de um smartwatch em um próximo artigo, no qual comentarei a respeito de aplicativos disponíveis para a linha Amazfit que aumentam bastante a gama de recursos oferecida pelos aparelhos. Fique de olho.

 

Transparência: acima existem links de afiliados. Nada muda para você, os preços permanecem os mesmos, e o MarcosTadeu.com recebe uma pequena comissão.