Já testei algumas docks na minha atual distribuição Linux (Ubuntu), e dentre todas elas, a que mais me agradou foi a Plank (página no Launchpad).

Testei até mesmo a famosa e preferida por muitos usuários de Linux Cairo Dock; entretanto, devido a uma série de bugs na mesma (além de sua complexidade desnecessária, em minha opinião), desisti e a removi do meu sistema.

Vale lembrar que uma dock é um software que permite uma melhor organização da área de trabalho, agrupando ícones, por exemplo, para os programas mais utilizados, e geralmente posicionado-os de forma elegante na parte central inferior da área de trabalho.

Bem, a dock Plank é uma dock de uso muito mais simples e intuitivo do que a Cairo Dock. Aliás, vale lembrar que a Plank está disponível em diversos repositórios, de diversas distribuições Linux.

A dock em questão pode ser considerada também como uma espécie de “launcher”, e vale lembrar que ela é extremamente minimalista e leve. Bastante leve, na verdade.

Dock Plank

E agora você deve estar se perguntando: como a instalo, se ela não está presente na loja de aplicativos do Ubuntu, por exemplo? Bem, vamos recorrer ao bom e velho terminal.

Antes de qualquer coisa, digite o comando abaixo no terminal, para adicionar o repositório:

sudo add-apt-repository -y ppa:ricotz/docky

Logo em seguida, atualize a lista de pacotes e programas do seu Ubuntu, com o seguinte comando:

sudo apt-get update

Terminada a atualização, instale a dock Plank, através do comando abaixo:

sudo apt-get install plank

Feito isto, a prática, minimalista e bela dock está instalada em seu sistema operacional. Vale ressaltar que para acessar as configurações da mesma, basta clicar com o botão direito do mouse sobre ela enquanto mantém a tecla CTRL (Control) pressionada.

Vale destacar que qualquer software aberto aparece automaticamente na dock, e para fixá-lo aí, basta clicar em seu ícone com o botão direito do mouse, e utilizar a opção “Manter no dock”.

Finalizando

É importante destacar que esta dock é padrão na distro elementary OS. Ela conta também com diversas opções de customização, incluindo vários temas.

Trata-se de um aplicativo, digamos, essencial para quem gosta de manter uma área de trabalho organizada e limpa. Eu, que detesto ícones em meu desktop, aliás, adoro utilizar docks.

Dock Plank

E a Plank se mostrou uma opção extremamente interessante, além de leve e clean. E se você, por qualquer motivo que seja, desejar removê-la, basta utilizar o comando abaixo:

sudo apt-get remove plank

Logo a seguir, digite o seguinte:

sudo apt-get autoremove

E para inicializar a Dock Plank automaticamente, você pode utilizar, por exemplo, um aplicativo como o GNOME Tweaks, disponível, aliás, na própria loja do Ubuntu. E este é um assunto para um próximo artigo!

E é isso. Até a próxima!