Uma pesquisa recente da Avast (aliás, analisei há alguns dias atrás o Avast Premium Security) descobriu que os usuários estão armazenando, digamos, muito “lixo” em seus smartphones.

Diariamente, convivemos com situações onde temos de “sacar” nossos dispositivos do bolso e tirar fotos de alguma coisa. Diariamente, nossos dispositivos são postos à prova, em uma série bastante ampla e variada de situações.

Segundo a pesquisa da Avast, as pessoas possuem em média 952 fotos em seus celulares, sendo que cerca de 200 delas são ou de baixa qualidade ou então duplicadas: sabe aquela festa de aniversário em que você aperta o botão várias vezes para tirar várias fotos de uma mesma cena, esperando depois apagar as fotos que não ficaram legais (o que geralmente nunca ocorre)? Então.

O Brasil, aliás, está na 17ª posição no ranking de países avaliados na pesquisa feita pela Avast. A mesma pesquisa, além disso, afirma que os brasileiros armazenam cerca de 911 fotos em seus smartphones. Conheço gente, aliás, que armazena bem mais do que isso.

Obviamente é um tanto quanto difícil chegarmos a valores precisos quando se trata deste assunto, e o tamanho da memória interna dos aparelhos pode ser um fator limitador para determinados usuários/dispositivos (a não ser que você possua um aparelho como o Xiaomi Mi 9T Pro, por exemplo, com 128GB de armazenamento).

smartphone

Bem, mas o fato é que muita gente armazena coisas desnecessárias em seus celulares, e depois, em momentos de necessidade, acaba ficando sem o espaço necessário para capturar coisas importantes, como por exemplo um aniversário, o momento do “sim” em um casamento, e assim por diante.

Para você ter uma ideia do quão complicado é tudo isto, a Avast ainda cita, em sua pesquisa, que em média 200 imagens armazenadas nos telefones são do WhatsApp, e mais de 80 são capturas de tela. E a pesquisa não deixa de levar em consideração a tal “geração selfie”, aliás.

Todos sabemos, obviamente, que ao liberar espaço de armazenamento, podemos fazer com que a experiência de uso dos dispositivos fique melhor. Além disso, liberando espaço, não corremos o risco de “ficar na mão” quando mais necessitarmos.

Por que as pessoas mantêm fotos tão ruins? Isto pode ser porque os usuários que são pais nessa faixa etária estão tirando muitas fotos de seus filhos e não conseguem excluir as menos perfeitas ou, então, não têm tempo para analisá-las corretamente, algo com o qual muitos de nós podemos nos identificar”, disse André Munhoz, Country Manager da Avast.

Os dados da pesquisa ainda citam o Japão, onde quase um terço do espaço de armazenamento interno do usuário médio de smartphones é desperdiçado com fotos borradas, duplicadas ou escuras. Por que guardar tal tipo de conteúdo, não é?

André Munhoz ainda complementa:

O aumento da quantidade de armazenamento e a excelente qualidade da câmera embutida em nossos smartphones nos possibilitam fotos que nos deixam de alguma maneira mais felizes.

No entanto, os telefones que chegam com grande capacidade de armazenamento embutida ainda estão entre os mais caros e, além disso, muitos dos atuais serviços entregues por aplicativos precisam ser baixados.

É fácil ver como a falta de memória no telefone pode realmente afetar o entretenimento dos usuários. Portanto, adquirir o hábito de excluir fotos ruins regularmente é uma maneira rápida e simples de manter seu dispositivo atual em boas condições de uso“.

A pesquisa realizada pela Avast foi conduzida durante um período de seis meses, entre Dezembro de 2018 e Junho de 2019. Informações anônimas de 6 milhões de usuários do Avast Cleanup para Android e Mac foram coletadas e analisadas.

O Avast Photo Cleaner

O Avast Photo Cleaner pode ser baixado gratuitamente, e está disponível para dispositivos Android. Ele permite a limpeza de arquivos desnecessários de seu Android (uma função muito bacana, aliás, que a MIUI da Xiaomi possui – veja review do Mi 9T Pro acima), e também possibilita que o usuário verifique quais aplicativos estão ocupando mais espaço no dispositivo.

Ele também otimiza fotografias, e é capaz de identificar “qual é a melhor foto” em um grupo de fotografias semelhantes. Tudo isto, veja bem, sempre é executado com a devida permissão do usuário.

O Avast Photo Cleaner também permite colocar o aplicativos em “modo hibernação”, para aumentar a autonomia da bateria e acelerar o smartphone, e conta com um recurso que elimina bloatware pré-instalado.

Confira a página do aplicativo, dê uma olhada, e faça um teste em seu smartphone Android.