Infelizmente, em meio à esta triste pandemia na qual estamos imersos, existem pessoas maliciosas o bastante para dela se aproveitarem, criando e disseminando softwares maliciosos, como o Astaroth, por exemplo, identificado pelo grupo Cisco Talos.

Como sempre digo por aqui, utilize sempre uma solução de segurança em seu computador. Dê preferência para antivírus e Firewalls conhecidos e renomados, aliás.

Abaixo você pode conferir uma lista com algumas soluções que já analisei:

Sobre o Astaroth

O Astaroth foi identificado, como dito acima, pelo Cisco Talos, um grupo global de inteligência de ameaças de cibersegurança da Cisco.

O Talos inclusive chegou à conclusão de que o Astaroth se foca especialmente no Brasil, usando uma variedade de ataques de phishing, incluindo informações falsas sobre a pandemia do Coronavírus.

O malware é capaz de invadir sistemas e implementar diversas técnicas de ofuscação, chegando inclusive ao ponto de inibir a detecção e a análise de malwares da mesma família.

O programa malicioso também utiliza canais no Youtube, além de utilizar uma técnica de phishing bastante conhecida, a qual, entretanto, ainda é altamente sofisticada.

Coronavírus

Os usuários, no caso, recebem um email com um assunto relevante, contendo um link que os redireciona para um servidor criado pelos responsáveis pelo malware. À partir deste acesso, o Astaroth é baixado no computador.

Vale ressaltar, aliás, que até o momento da análise do Grupo Talos, todos os emails infectados estavam em português do Brasil, o que demonstra a predileção dos cibercriminosos por alvos em nosso país.

Como sempre, e até mesmo tendo em vista a criação e a disseminação do Astaroth, vale destacar algumas dicas importantes: mantenha seu sistema operacional sempre atualizado.

Evite clicar em links cuja procedência seja duvidosa. Jamais baixe anexos cujos destinatários sejam desconhecidos. Analise todo e qualquer novo arquivo baixado com um antivírus de qualidade, como os acima mencionados.

E lembre-se: o antivírus mais poderoso é sempre o usuário e seu bom senso, seu cuidado, seu senso crítico, sua atenção. Todo o cuidado é pouco, em tempos malucos como estes em que vivemos.