Uma VPN é uma excelente maneira de garantir sua privacidade e anonimato enquanto navegando na internet. Além disso, serviços do tipo podem proporcionar maior segurança ao usuário, e a Surfshark (site oficial) é uma ótima alternativa.

Ao longo deste review/análise, veremos o porquê do serviço ser bastante atrativo, mas antes de qualquer coisa, é interessantes que você saiba o que é uma VPN. Portanto, dê uma lida no artigo abaixo:

Sobre a Surfshark

A Surfshark VPN é uma empresa fundada em 2018 e sediada nas Ilhas Virgens Britânicas, ou seja, estamos falando a respeito de um provedor que está localizado em um território independente.

Um território, aliás, conhecido pela inexistência de qualquer prática no que diz respeito a retenção de dados, além de possuir leis extremamente favoráveis à privacidade das pessoas.

Ou seja, em termos de privacidade, temos aqui mais uma “camada”, digamos, para nossa proteção e anonimato, o que é algo muitíssimo bem vindo em se tratando de uma VPN.

Surfshark

Afinal de contas, quem utiliza este tipo de ferramenta/serviço, deseja, além de maior segurança, muitas vezes manter seu endereço IP mascarado, bem como contar com garantias de que ninguém jamais conseguirá rastrear seus passos online.

Além disso, a Surfshark conta com mais de 1.700 servidores, em mais de 60 países diferentes, inclusive no Brasil.

Privacidade e segurança

A Surfshark conta com uma política de privacidade bastante rígida no que tange a garantir a privacidade de seus usuários. A empresa garante não coletar endereços IP, históricos de navegação e dados referentes ao tráfego de dados e banda utilizada.

Além disso, e ressaltando mais uma vez este detalhe extremamente importante em um serviço de VPN, a empresa garante não manter nenhum tipo de log relativo às atividades de seus usuários.

Apenas são armazenados dados imprescindíveis para o uso no dia a dia, como por exemplo os endereços de email e as informações básicas de cobrança.

Em relação a estes últimos dados, temos de convir que eles são necessários, até mesmo para as posteriores renovações de planos/cobranças. Nada mais é coletado pela Surfshark.

O serviço também conta com DNSs privados em cada um de seus servidores, o que garante enorme proteção contra quaisquer hipotéticos vazamentos de dados.

Surfshark - Preview

Isto sem falar que todo o tráfego entre a máquina do cliente e os servidores da Surfshark é totalmente criptografado através do algoritmo AES-256-GCM.

Com tudo isto em mente, levanto até mesmo uma hipótese bastante plausível, aqui: mesmo se obrigada judicialmente, a provedora acima mencionada não tem como fornecer às autoridades nenhuma informação à respeito do histórico de navegação de seus clientes.

Velocidades

Bem, de nada adianta, como eu já disse anteriormente, utilizar um serviço de VPN para aumentar a segurança e a privacidade, se a velocidade de sua internet cair demasiadamente durante o uso da mesma.

Existem VPNs gratuitas por aí, mas elas, além de não serem lá muito recomendáveis/confiáveis, por uma série de fatores (existem algumas ressalvas, entretanto, que não vêm ao caso aqui), geralmente provocam perdas no quesito “velocidade”.

Já a Surfshark é capaz de manter uma velocidade estável e alta, valendo a pena também lembrar aqui que você deve dar sempre preferência por cabos, ao invés de Wi-Fi. Quando possível, é claro.

No Wi-Fi, perdas ocorrem com grande frequência. Paredes, objetos diversos e eletrônicos, por exemplo, podem influenciar sua velocidade de conexão, e não apenas durante o uso da VPN.

Testes

Mas vamos lá. Primeiramente, medi a velocidade de minha internet sem conexão com a Surfshark, e obtive os resultados/velocidades abaixo:

Velocidade Internet sem Surfshark VPN

Logo a seguir, através do aplicativo para Windows da Surfshark, me conectei a um de seus servidores no Brasil. Obtive, então, os seguintes resultados:

Velocidade Internet com Surfshark VPN - Servidor no Brasil

Observe que os valores de latência em ambos os resultados são bem baixos, naturalmente. Utilizei, durante os testes, uma conexão com a internet de 120Mbps.

A variação de velocidade entre ambos os resultados deve-se, segundo também averiguei junto ao próprio suporte técnico da empresa, ao fato do uso de criptografia de ponta a ponta. Segundo a Surfshark, é normal haver uma perda de 20-30% durante o uso de qualquer VPN.

A empresa também me orientou no tocante à mudança de protocolo, e neste último caso, alterei do modo automático para o IKEv2.

Me conectando novamente ao servidor no Brasil da Surfshark, obtive então os seguintes resultados:

Velocidade Internet com Surfshark VPN - Servidor no Brasil - IKEv2

Perceba que agora os resultados praticamente se equipararam àqueles obtidos sem a utilização da VPN. Ou seja, mudando para o protocolo IKEv2 (comentarei mais a respeito abaixo), tudo se normalizou.

Fiz um outro teste, também, me conectando a um servidor da Surfshark nos Estados Unidos, e obtive então os seguintes resultados, ainda utilizando o protocolo IKEv2:

Velocidade Internet com Surfshark VPN - Servidor nos Estados Unidos - IKEv2

Em relação à latência de 241 ms, esta é perfeitamente normal e aceitável, dada a distância geográfica entre ambas as “pontas”. Já em relação à velocidade, perceba que houve aqui uma certa perda.

Não se trata de nada muito drástico, entretanto, e consegui navegar durante um bom tempo conectado ao servidor acima. da Surfshark, nos Estados Unidos, sem maiores problemas.

Obs: apenas a título de curiosidade, me conectei também a um servidor do serviço na República Checa, e obtive um pico de velocidade de download de 106.4 Mb/s com uma média de 61.41 Mb/s.

Netflix e largura de banda

A Surfshark também afirma ser o melhor serviço para “desbloqueio da Netflix“. Você pode acessar conteúdo exclusivo da Netflix dos Estados Unidos, por exemplo, sem qualquer problema e/ou lentidão. A empresa também garante ser a melhor opção para torrents, vale destacar.

É importante destacar, até mesmo levando em consideração o quesito “desbloqueio da Netflix” e torrents, que a empresa não impõe nenhum tipo de limitação em relação à largura de banda.

Por exemplo, você pode navegar à vontade e fazer downloads sem se preocupar com o tamanho dos arquivos. É possível, por exemplo, baixar aquele Red Dead Redemption 2 com mais de 100GB sem qualquer preocupação com limitações.

Este é um fator que deve ser sempre levado em consideração no momento da escolha de um serviço de VPN: contar com um serviço que imponha limites na largura de banda é verdadeiramente muito ruim.

Protocolos oferecidos

A Surfshark trabalha no modo automático por padrão, escolhendo o protocolo que julgar mais conveniente no momento. Entretanto, o usuário pode alternar entre os diversos protocolos oferecidos pela empresa.

Cofre - Segurança

Ela disponibiliza o já acima mencionado IKEv2, o qual é focado em altas velocidades (como vimos acima), mas que porém pode não funcionar em algumas redes. Ela também oferece o OpenVPN (TCP), o OpenVPN (UDP) e o Shadowsocks.

Obs: em relação ao Shadowsocks, vale ressaltar que ele é bastante utilizado na China, para burlar a censura imposta no país.

Aplicativos/Softwares

A Surfshark também não impõe limites em relação à quantidade de dispositivos que podem se conectar simultaneamente. É possível utilizar a VPN em um número ilimitado de dispositivos, tudo ao mesmo tempo.

E a empresa oferece aplicativos para os mais distintos sistemas operacionais e dispositivos, tais como, por exemplo, Windows, Mac, Linux, Fire TV Stick, Apple TV, iOS, SmartTVs, Android, Xbox One e PlayStation 4. Isto sem falar nas extensões disponíveis para os navegadores Google Chrome e Mozilla Firefox.

Surfshark - Aplicativo Windows

Aplicativo Windows

O aplicativo para Windows da Surfshark é extremamente amigável e clean, além de contar com localização em português do Brasil.

Através dele, você pode escolher servidores, realizar o processo de conexão, definir servidores como favoritos, e também acessar as diversas configurações e recursos extras, a respeito dos quais comentarei mais abaixo.

Suporte técnico

O suporte técnico oferecido pela empresa é simplesmente fenomenal, com técnicos atenciosos ao extremo. O suporte funciona via email ou chat, 24 horas por dia, 365 dias por ano.

Os chamados geralmente são respondidos em menos de 24 horas, e via chat, obviamente, você é atendido na hora, por algum dos especialistas da empresa.

Outros recursos

A Surfshark também oferece um recurso chamado CleanWeb, através do qual é possível contar com um bloqueador de propagandas, rastreadores, malware e tentativas de ataques de phishing.

Ela também disponibiliza um “Kill Switch”: ou seja, sua atividade privada na web não ficará vulnerável durante quedas repentinas, bruscas, de conexão.

O serviço também disponibiliza a seus usuários algo chamado MultiHop: trata-se de uma funcionalidade através da qual você pode ter seus dados criptografados através de diversos servidores. Tudo para maior segurança.

Surfshark - BlindSearch

E também há a BlindSearch, para que você realize buscas na internet com total privacidade e sem a presença de qualquer tipo de rastreador ou de propaganda.

Já o HardLock, permite que o usuário da VPN tenha seu(s) endereço(s) de email constantemente monitorados, para eventuais casos de vazamentos de dados.

Algumas considerações finais

A Surfshark é uma excelente pedida quando se trata de VPN. O serviço é rápido, confiável, e conta com uma política de privacidade que garante zero logs.

Além disso, seus aplicativos são extremamente fáceis de serem utilizados (sem contar que ela cobre uma ampla gama de sistemas operacionais e dispositivos).

A empresa, além disso, se mostra bastante séria no que diz respeito à segurança de seus usuários, tanto é que que contratou os serviços da empresa Cure53 para a realização de auditorias em seus serviços.

A VPN da Surfshark custa US$ 11,95 por mês, US$ 47,76 por 24 (vinte e quatro) meses, ou US$ 71,88 por 12 (doze) meses).

Transparência: acima existem links de afiliados. Nada muda para você, os preços permanecem os mesmos, e o MarcosTadeu.com recebe uma pequena comissão.